quinta-feira, 28 de junho de 2012

MEDIUNIDADE - FORMAÇÃO DA MESA MEDIÚNICA


 Olá,


 Os bons dirigentes de sessões fazem sentar os médiuns intercalando-os com não médiuns.

A razão dada é que os não-médiuns servem para “sustentar a corrente”.

 Perfeitamente lógico e verdadeiro e científico.



Se os médiuns se sentam todos de seguida na mesa, forma-se a “corrente parasita”, que pode provocar interferências no campo magnético da mesa, fazendo que a vibração recebida por um médium repercuta nos que lhe estão ao lado, perturbando-os.
Além disso, ao envolver outro médium essa vibração, pode levá-lo a enganar-se: supondo tratar-se dos fluidos de um desencarnado, talvez force a manifestação, resultando daí mistificação involuntária
e inconsciente.

Mais ainda: formando o bloco monolítico de médiuns um grupo inteiriço, a intensidade da manifestação é maior, enfraquecendo as resistências dos médiuns (pela corrente parasita) e a ação dos espíritos se fará com muito mais violência.

Se os médiuns (sensitivos) forem intercalados com não-médiuns (não-sensitivos = isolantes) cada um deles dará sua manifestação com a intensidade normal, sem perigo de influenciar os vizinhos e com maior possibilidade de conter a violência dos manifestantes.

Formar-se-á, dessa forma, uma corrente normal, sem perigo de parasitismo, de influências mútuas, de violências acrescidas. Dentro do possível pois, formem os dirigentes a mesa com essa alternância de médiuns e não-médiuns.

Círculo fechado

 Isso é importante para a constituição da “corrente” mediúnica. Por isso é ela sempre construída em circuito, em redor de uma mesa ou sem mesa. Isto porque, geralmente, os médiuns têm fraca potência, e por isso a ligação é feita em série, em circuito fechado.
Só médiuns de grande potência podem ser ligados em paralelo (trabalhando a sós)..

Energia despendida pelos médiuns 

Assim, nas reuniões mediúnicas podemos calcular a energia despendida pelos aparelhos calculando o potencial de força do conjunto, a intensidade da corrente, a potência do aparelho e o tempo gasto.

Em vista disso é que se aconselha que as reuniões não devem durar mais do que uma hora e meia, a fim de não desgastar muita energia dos presentes.

Entretanto, a presença de pessoas com muita vitalidade (muito potencial) e com a manifestação de “espíritos” muito elevados (grande intensidade de corrente) e de médiuns de forte potência, pode demorar-se, mais, porque a energia fica muito acrescida em capacidade.

Além disso, se a corrente estiver bem ligada ao Gerador Universal da Força Cósmica (Deus) por pensamentos elevados e preces desinteressadas, isso fortificará de muito a capacidade do grupo e compensará a energia consumida no intercâmbio.


Os não-médiuns 

Daí verificamos, na prática, que, em certas reuniões mediúnicas, há elementos humanos que funcionam como verdadeiros transformadores que aumentam a corrente.

Quase sempre são pessoas que não são médiuns, e até que muitas vezes se julgam inúteis na reunião. Ficam ali parados, concentrados, firmes, mas nada sentem.
No entanto, estão servindo incalculavelmente para o bom êxito das comunicações; são os chamados “estacas de sustentação” de uma reunião. Sem a presença deles, a reunião se tornaria tão fraca que quase nada produziria.

Como há esses transformadores que aumentam a corrente, existem os que agem de modo inverso: diminuem a corrente. São aqueles que se “isolam” do conjunto, ou porque permaneçam preocupados com seus pensamentos próprios, ou porque cedam ao cansaço e durmam: a interrupção de corrente trabalha como um transformador que diminui a corrente, embora não na corte.


Ambiente da sessão
 
Daí a preferência para exercício da mediunidade das horas noturnas, quando há poucos iontes elétricos na atmosfera, já que a mediunidade funciona à semelhança do rádio, e o comportamento das ondas de pensamento ser semelhante ao das ondas hertzianas.

Vibrando intensamente os iontes elétricos produzidos pelas radiações solares, eles interferem - embora funcionando em faixa de onda mais baixa - nas ondas mais delicadas do pensamento; assim como, de modo geral, as ondas solares luminosas interferem na manifestação dos fluidos magnéticos o no ectoplasma.

Por isso, as “sessões” de efeitos físicos necessitam de ausência de raios luminosos.

Então, para o bom funcionamento de uma reunião mediúnica, é indispensável um ambiente bem iontizado positivamente, por pensamentos elevados. A atmosfera assim carregada facilita as comunicações, já que ativa o “campo elétrico-magnético”.

O melhor meio de iontizar o ambiente é manter os acumuladores ligados ao gerador (manter mentes e corações unidos ao Pai) de modo a emitir cationtes, que saturem a atmosfera.
Essa emissão é realizada pelos pensamentos de amor desinteressado e de prece desinteressada, jamais por preces particulares só para si ou para os “seus”, nem com amor só por aqueles que estão em contacto conosco.

Telemediunidade 

 Também na reunião mediúnica há pessoas que atuam como válvulas retificadoras quase agentes catalíticos, que permitem ao aparelho sensitivo (médium) a recepção de mensagens.

No entanto, essa tarefa é quase sempre afeta a seres desencarnados, que facilitam a recepção das correntes provenientes do mundo astral mais elevado ou mesmo do mundo mental.
É a chamada “telemediunidade”, em que um “espírito” retifica as correntes mais elevadas, tornando-as acessíveis aos aparelhos encarnados. Em muitas ocasiões, ses intermediários acrescentam, a essa tarefa, a de transformadores para diminuir a intensidade da corrente, a fim de poder ser recebida pelo aparelho mediúnico.

" Técnica da Mediunidade" Carlos Torres Pastorino

Deixe seu comentário.

4 comentários:

  1. Onde está em kardec o embasamento para isto tudo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, No Livro dos Médiuns, CAPÍTULO XXIX
      Das reuniões e das
      Sociedades Espíritas
      • Das reuniões em geral • Das Sociedades propriamente ditas
      • Assuntos de estudo • Rivalidades entre as Sociedades.

      Excluir
  2. Gostaria saber onde esta este tema específico em kardec

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou dúvida. Terei prazer em respondê-lo.